Pavilhão da Oca recebe  até 15 de setembro a mostra “Transit São Paulo”. A exposição é gratuita pode ser visitada de terça a domingo, das 10h às 19h.

“Transit” foi criada pelos curadores Daniel Rangel e Fernando Alvin para funcionar como um programa de circulação da coleção de arte contemporânea africana da Fundação Sindika Dokolo. A fundação Sindika Dokolo possui importante acervo de obras de artistas contemporâneos africanos, no qual estão expressas reflexões artísticas sobre ser africano a partir da diversidade cultural, étnica e política do próprio continente.

A mostra conta com 35 obras, entre gravuras, instalações, pinturas, fotografias, esculturas e vídeos, de 19 artistas vindos de oito diferentes países africanos, além de um americano e dois europeus. A seleção traz obras recentes e outras históricas que representam a diversa e rica produção contemporânea africana e desmitificam uma possível visão reducionista da arte desse continente.

Integram a exposição os artistas Abdoulaye Konaté (Mali), Berni Searle (África do Sul), Bili Bidjocka (Camarões), Binelde Hyrcan (Angola), Edson Chagas (Angola), Ingrid Mwangi Robert Hutter (Quênia/ Alemanha), Kiluanji Kia Henda (Angola), Minnette Vári (África do Sul), Mounir Fatmi (Marrocos), Nástio Mosquito (Angola), Nick Cave (EUA), Ruth Sacks (África do Sul), Samuel Fosso (Camarões), Seydou Keita (Mali), Tracey Rose (África do Sul), William Kentridge (África do Sul) e Yinka Shonibare (Nigéria/UK).

Join the Forum discussion on this post

Comente

Pesquisar

Featured Box Wordpress Plugin developed by YD